Monografia

Livros e Manuscritos (5)

Segunda, 28 Abril 2014 12:41

A Herança do Mestre Pastinha

PREFÁCIO
Raimundo Cesar Alves de Almeida, Itapoan

Nos idos de 60, mais precisamente em 1964, comecei a aprender capoeira com o Mestre Bimba.

A Regional tomou conta de mim, o Mestre, mais do que nunca, foi o Mestre total.

Vivi por longos anos no meio da Regional, porém um dia fui convidado, a visitar a Academia do Mestre Pastinha, no
Pelourinho, 19. Lá uma figura pequena e de aparência frágil comandava tudo.

A Capoeira Angola sob a batuta do seu maior preservador fluía tranqüilamente...
Raimundo Natividade, Coice de Mula, Gildo Alfinete, Roberto Satanás e os Joãos (Grande e Pequeno) dentre outros tantos, ao som do toque “Angola” mostravam através de Chapas de Frente, Rabos-de-arraia, etc., toda a malícia que o Velho Mestre lhes ensinou.

Cheguei perto daquele homem e ouvi de sua boca coisas do fundo d’alma. O Velho Pastinha, com humildade foi contando fatos de sua vida

Senti uma certa amargura em suas palavras, porém a riqueza de sua filosofia me deixou muito impressionado.
Mais tarde fui lhe fazer uma visita, o encontrei já cego, muito doente, morando em um quarto pequeno, mal iluminado, onde a falta de tudo era o tom.

Segunda, 28 Abril 2014 11:59

Os Manuscritos do Mestre Pastinha

Os manuscritos do Mestre Pastinha.

O famoso "caderno-albo", onde Pastinha deixou sua poesia, desenhos, sabedoria e experiências de vida, é um calhamaço de 200 e poucas páginas - já amarelecidas pelo tempo.

Fonte:

Segunda, 28 Abril 2014 11:58

O ABC da Capoeira Angola - Mestre Noronha

O Livro originalmente foi enviado ao Mestre Decanio pelo escritor, historiador e pesquisador Fred Abreu que conseguiu publicar os manuscritos de Noronha, com o apoio do Governo do Distrito Federal, Programa Nacional de Capoeira/Projeto Capoeira Arte e Oficio, DEFER e CIDOCA/DF.

Fonte: Portal Capoeira

Segunda, 28 Abril 2014 11:57

Canjiquinha Alegria da Capoeira

Eu sou a alegria da capoeira, na capoeira eu sou a alegria.

Fonte: Portal Capoeira

Segunda, 28 Abril 2014 11:52

O jogo de Capoeira Coleção Recôncavo

O Documento em questão foi editado pela Tipografia Beneditina em 1951, e distribuido pela Livraria Turista, Salvador - BR.

Deste caderno de nº 3, da Coleção Recôncavo, organizada por K. Paulo Hebeisen, foram tiradas apenas 1500 cópias sendo que a cada uma delas foi atribuido um numero de 1 a 1500, rúbricados pelo artista. ( este que está sendo partilhado é o de número 146 )

Fonte: Portal Capoeira